Poema: Verdades

 

VERDADES

Das verdades escombros

e os últimos tons da música

em despedida

dolente

tristes verdades

se afastam do continente

e o homem perde a vertente

vórtice vértice

vontade de se posicionar

no entreaberto espaço

música acabada

ressurgente

na guitarra elétrica

do poente

o ponto principal

na tangência

do acorde.

(Pedro Du Bois, inédito)

outros poemas:

http://pedrodubois.blogspot.com.br/